Futebol Ao Vivo Grátis

Transmissão de Futebol Ao Vivo HD Grátis

Emerson Sheik defendeu o Corinthians em duas passagens e viveu, muitas vezes como protagonista, a era mais vitoriosa do clube em mais de 100 anos. Agora aposentado dos gramados, o ex-atacante será coordenador de futebol do Timão. Fará parte de suas novas atribuições manter a ordem interna, principalmente nas situações que envolvem os elencos profissional e da base alvinegra.

Assim que o clube anunciou Sheik para assumir as funções de Alessandro junto com Vilson Menezes, surgiu a dúvida sobre como uma pessoa com o histórico de Emerson Sheik cobrará outros atletas nas questões disciplinares, principalmente referentes a atrasos nos compromissos do time.

É sabido que Sheik nunca foi um grande exemplo nesse quesito. Não foram poucas às vezes que o agora cartola se apresentou fora do horário ou não reuniu condições de trabalhar normalmente no gramado. Até helicóptero Sheik já alugou para minimizar um atraso no CT Joaquim Grava.

“Eu já imaginava que essa pergunta. Sempre admirei as pessoas que reconhecem seus erros, que têm a grandeza de pedir desculpas em alguns momentos. Toda a minha história enquanto atleta e, principalmente, esses erros que você comentou servem agora”, disse o recém-aposentado, em entrevista coletiva nessa terça-feira.

“Eu vou chegar no atleta e falar com propriedade: não é um bom caminho. Ficou no passado, minha condição hoje é diferente. E eu vou usar tudo isso a favor. Mostrar para o atleta que mesmo o Emerson Sheik tendo jogado em grandes clubes, no futebol de hoje, aqueles erros que eu cometi no passado não se aplicam. Tenho propriedade para falar que não é o caminho correto”, avisou.

Costumeiramente, a diretoria corintiana trabalhava no intuito de não deixar que os deslizes de Emerson Sheik fossem expostos para que o ambiente e o próprio atleta continuassem preservados.

Leia também:
Gil não abre mão de R$ 30 milhões e Corinthians descarta contratação
Sheik e Vilson são apresentados como novos dirigentes do Corinthians
Corinthians anuncia meia Sornoza, sétimo reforço para 2019
Ramiro faz trabalho à parte em sexto dia de treinos no Corinthians

Duílio Monteiro Alves, atual diretor de futebol do clube, fez parte de tudo isso e agora será o chefe direto Sheik. O ex-jogador aproveitou para revelar que é no próprio Duílio que ele se espelha para vingar como ‘cartola’.

“Tenho sete anos de Corinthians e o Duílio foi quem me trouxe para o Corinthians. E, ao longo desses anos, convivi diariamente com ele, vejo serenidade, transparência, assim como muitos outros. O Dr. Kalil (diretor-adjunto) é uma pessoa incrível, todos sabem que eu tenho um carinho, uma amizade com o Edu (Gaspar, ex-gerente do Corinthians e atualmente na Seleção Brasileira), um cara que eu acho sensacional. Mas, tê-lo (Duílio) ao lado em um momento como esse em que tudo é novidade é muito bom”, comentou.

Rivais favoritos?
Se a postura é outra agora, a personalidade na hora de falar sobre temas mais polêmicos continua intacta. Na mesma entrevista dessa terça, Emerson Sheik comentou em tom provocativo o fato do Corinthians começar a temporada atrás de equipes como Palmeiras, São Paulo, Flamengo, Grêmio e Cruzeiro, em tese, na opinião de alguns comentaristas especializados.

“Eu superconcordo. Acho que o Corinthians nos últimos dez anos vem sendo a quinta, sexta força, a zebra. Mas nesses últimos dez anos, a quarta, quinta força foi campeã da Libertadores, do Mundo, dois ou três Brasileiros, três ou quatro Paulistas, Recopa… Tem mais? Muita coisa… Na época em que eu jogava, sempre ouvia isso. Gostamos de trabalhar assim”, cutucou.

 

O post Sheik diz que tem propriedade para cobrar quem se atrasar no Corinthians apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.